Mariana Ximenes celebra encontro com Débora Falabella: ‘Ganhei uma amiga’

Se Mariana Ximenes fechar os olhos agora, como sugere a minissérie da Globo que estreia na próxima segunda-feira (dia 15), logo após “O sétimo guardião”, um emaranhado de reminiscências lhe vêm à cabeça. A intérprete da ousada Adalgisa relata a infância em Groaíras, no Ceará, na casa da bisavó: a mesa farta o dia inteiro com paçoca de carne-seca; a brincadeira com os primos de distrair o bode amarrado ao pé de siriguela no quintal para conseguir subir na árvore e catar as frutinhas. Depois, a adolescência em São Paulo, aventurando-se com o irmão Rafael pelo metrô a caminho da escola; a disputa dos colegas pela lugar na rede pendurada na sala de casa. Das memórias mais recentes, as que mais lhe saltam à mente são da temporada de quase seis meses em Catas Altas (MG), entre outubro de 2017 e março de 2018, para as gravações de “Se eu fechar os olhos agora”.

— Você acordar, tomar um banho de cachoeira e ir trabalhar é muito incrível, né? Lá tem várias, lindíssimas! No Santuário do Caraça, tem uma igreja em que todo fim de tarde eles alimentam o lobo-guará. Só não apareceu comigo lá (risos)… Fui três vezes e não consegui ver. E aquela sensação de dirigir um carro de época por entre as montanhas, ao pôr do sol, com o lenço no pescoço ao vento, bem cinematográfico? Ah, foi muito especial! — suspira a atriz.

A riqueza mais especial por aquelas terras, no entanto, a atriz trouxe consigo:

As duas atrizes numa das cachoeiras do lugar

— Ganhei uma grande amiga, Débora Falabella. Nunca tínhamos trabalhado juntas, mas sempre nos namoramos de longe. E finalmente aconteceu. Como a gente gravou em locação, essa amizade se fortaleceu mais ainda. A gente foi praquela cidade pequenininha, tinha pouquíssimos lugares para comer. E muito tempo livre! Então, ficávamos juntas quando chovia, e chove muito lá. Éramos eu, meu namorado (o músico Felipe Fernandes), Débora, Murilo (Benício, marido da atriz) e Gabriel (Braga Nunes). A gente ficava em volta da mesa conversando e comendo queijo, goiabada, provando cachacinhas mineiras de alambique… E muita jabuticaba! Lá tudo é com jabuticaba, até a carne. Foi uma delícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *