Estadual

Atualizado em 09/08/2017 07:43

Azevêdo rebate Daniella após crítica a fim do racionamento: Não mora em CG

Daniella chamou a atitute do Governo do Estado de política

O secretário de Recursos Hídricos e Infraestrutura da Paraíba, João Azevêdo, rebateu a deputada estadual Daniella Ribeiro (PP), após críticas a decisão do Governo do Estado de dar fim ao racionamento de água em Campina.

 Daniella declarou que a atitude do Governo do Estado é 'política', pois segundo ela o açude Boqueirão ainda não teria condições de abastecimento às cidades. Ela ainda chamou o ato do fim do racionamento como de pré-campanha de Azevêdo ao Governo, e salientou que a data escolhida, dia 26, é a mesma da chegada do ex-presidente Lula pela Paraíba.

Azevêdo rebateu, à Arapuan Fm, dizendo que a deputada 'não mora em Campina' e por isso não sente a falta da água.

 Talvez a deputada não vive em Campina Grande, e não sofra os efeitos de 2 anos e 10 meses com rotina alterada com racionamento. A preocupação do estado é tirar o racionamento o quanto antes, fizemos a água chegar com 3 dias de Monteiro a Boqueirão , afirmou.

Azevêdo ainda argumentou que a liberação para o fim do racionamento é 'técnica e matemática'. O secretário reafirmou que há segurança na tomada da decisão.

  Infelizmente para pessoas que passam lá raramente não tem questão de fazer essa análise, que é de cálculo, é matemática , completou.

  O fim do racionamento atinge os municípios de  Campina Grande, Lagoa Seca, São Sebastião de Lagoa de Roça, Pocinhos, Queimadas, Barra de Santana, Caturité, Boqueirão, Boa Vista, Soledade, Cabaceiras, Juazeirinho, Cubati, Pedra Lavrada, Olivedos, São Vicente do Seridó, além dos distritos de Seridó, Galante e São da Mata.