Estadual

Atualizado em 10/10/2017 16:39

Protocolos de Segurança do Paciente são focos de treinamento no Hospital de Trauma da Capital

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, deu início ao treinamento sobre Protocolos de Segurança do Paciente, que será ministrado pelo coordenador de Enfermagem do Centro de Imagens, da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) móvel e dos maqueiros, o enfermeiro Manoel Alves. Com uma abordagem diferenciada, essa capacitação ocorrerá diretamente nos diferentes setores da unidade de saúde.

O enfermeiro explicou que a iniciativa surgiu da necessidade de abrir um espaço para a discussão de questões relativas aos serviços prestados, durante o período de trabalho dos colaboradores.  Precisamos ouvir os profissionais, afinal de contas eles são a ponte e sabem quais são as dificuldades. Então, já aproveitamos esse horário, para que o funcionário não precise sair do seu repouso ou lazer, mas, estando no ambiente de trabalho, possa sentar conosco e discutir, trazendo também sugestões , pontuou.

Além disso, ele afirmou que essa capacitação visa envolver todos os profissionais, independente da função que exerçam.  Pretendemos conscientizar, orientar e sensibilizar todos os colaboradores, tendo em vista que, tanto a área administrativa como a assistencial são importantes, porque estão inseridas nos protocolos. Isso só vem contribuir para a questão da segurança do paciente, que é um dos objetivos que tentamos atingir, minimizando os riscos de acontecimentos adversos ou falhas , enfatizou Manoel.

Adriana Dutra, auxiliar administrativa da Gerência de Enfermagem, comentou sobre os benefícios que esse treinamento pode trazer para todos os envolvidos.  Pode resultar em uma equipe mais capacitada, mais consciente e capaz de resolver intercorrências sem que algum superior imediato lhe peça. A capacitação aprimora o conhecimento, assim, todos saem ganhando, inclusive o paciente, pois, como o próprio nome diz, é a segurança dele que está envolvida , salientou.

Da redação