Governo

Atualizado em 28/11/2017 11:25

RC revela que Fernando Catão teve motivações políticas para impedir Empreender

Ontem (27), durante uma solenidade de entrega de uma escola, o governador Ricardo Coutinho (PSB) foi enfático ao destacar que a decisão do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Fernando Catão que impediu o andamento do programa Empreender teve motivação política e lembrou que o conselheiro é sogro do deputado estadual licenciado Tovar Correia Lima (PSDB) que é adversário do governador. Catão preferiu não comentar o caso.

RC afirmou que não entendeu porque o órgão não solicitou informações do Executivo antes de impedir o funcionamento do programa. Coutinho negou que esteja ocorrendo briga e defendeu que a decisão do conselheiro foi política.  Eu não posso ficar numa disputa menor procurando coisas para parar o Governo e inviabilizar. Se o meu governo não incomodasse, ele não prestaria. O conselheiro nem era o habilitado para tomar aquela decisão, pois o relator é o conselheiro Arthur Cunha Lima, e a denúncia original, a suposta denúncia, veio do genro dele (o deputado licenciado Tovar Correia Lima). Como é que você vai canetar algo que vem do seu genro? Ou seja, o conselheiro Fernando Catão fez tudo errado e colocou o Tribunal de Contas em uma situação de fato consumado , disse.

A outra parte ? Procurado o conselheiro Fernando Catão não quis se pronunciar sobre as declarações do governador Ricardo Coutinho. Ele afirmou que tudo que tinha para falar sobre o caso está explicitado nos autos do processo.