Estadual

Atualizado em 08/01/2018 13:45

Veneziano comemora conquista de quase R$ 20 milhões para Aeroportos de CG e JP

O presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Antonio Claret de Oliveira, esteve na Paraíba nesta quinta-feira, 04, em João Pessoa, onde, ao lado do deputado federal Veneziano Vital do Rêgo, assinou ordem de serviço de quase R$ 20 milhões para implantação de novos sistemas de acesso a aeronaves (Sistema ELO) nos aeroportos de João Pessoa e Campina Grande.  Essa ação é fruto de uma emenda de Emenda de Bancada, de autoria de Veneziano e que está sendo buscada desde 2016.

Durante o ato de assinatura, Veneziano agradeceu aos diretores da Infraero em atenderem o seu pedido de contemplar também Campina Grande, por considerar que a cidade tem apresentado resultados significativos em embarques e desembarques e, sendo assim, o Aeroporto João Suassuna mereceria esse benefício.

Não é a primeira vez que Veneziano Vital tem feito esforços pelos Aeroportos paraibanos. Desde à época quando era prefeito, também com o apoio do então Senador Vital do Rêgo, conseguiu verbas para melhorias de Aeroportos como o de Cajazeiras. Foi um dos responsáveis também, pela conquista do equipamento ILS para Campina Grande, que permite que as aeronaves possam fazer pousos em tempos adversos.

Em ofício enviado ao deputado, Adélcio Correa Guimarães Filho, Superintendente de Serviços de Engenharia da Infraero disse que, considerando o pedido feito por Veneziano, mesmo diante de um  cenário de restrição orçamentária em curso , estava garantida a implantação nos dois principais aeroportos da Paraíba. Neste sentido, nesta semana foi publicado o Processo Licitatório de Contratação para fornecimento e instalação dos Sistemas.

Além do presidente da Infraero, estiveram em João Pessoa com Veneziano Vital, o Diretor Comercial da infraero, Marx Rodrigues e Adélcio Correa Guimarães.

SISTEMA ELO - Com os recursos assegurados por Veneziano serão implantados nestes dois aeroportos o Sistema ELO, que é um conjunto de conectores climatizados projetado para fazer a interligação ao nível do solo entre salas de embarque e desembarque e aeronaves, permitindo que os passageiros, inclusive os deficientes ou com mobilidade reduzida, transitem ao mesmo tempo, com conforto, segurança e acessibilidade, ao entrar ou sair dos aviões.

A tecnologia é adequada a aeronaves como o Boeing 737-800 e o Airbus 320, comumente utilizadas pelas companhias aéreas brasileiras. Além da escada, há um elevador para cadeirantes com capacidade de até 225 quilos. A tecnologia é totalmente nacional e foi desenvolvida pelas equipes técnicas da Infraero, em conjunto com a empresa gaúcha Ortobras, especializada em produtos de acessibilidade.

Da redação