Municipal

Atualizado em 17/01/2018 10:51

Vereador de JP suspeita que OP 2018 seja usado para pré-campanha eleitoral de Cartaxo

O vereador de João Pessoa, Marcos Henriques (PT), levantou a hipótese de que o ciclo de 2018 do Orçamento Participativo lançado pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), na última segunda-feira (15), seja usado como ferramenta de pré-campanha eleitoral.

De acordo com o petista, Cartaxo teria cumprido 80 demandas de um total de 280 ? o que representaria menos de 1/3. Portanto, o prefeito teria lançado o programa sabendo que não irá cumprir as propostas.

 Não conseguiu executar nem 1/3 de todas as demandas aprovadas em seu primeiro mandato, como irá conseguir executar as demandas apresentadas no OP 2018? Vislumbramos então que o Orçamento Participativo 2018 tem pouca perspectiva de execução das demandas aprovadas, o que torna mais plausível que Luciano Cartaxo esteja querendo, na verdade, usar o OP 2018 como ferramenta de pré-campanha eleitoral , concluiu.

O cálculo do vereador se baseou nos anos de 2013 e 2014, (140 demandas por ano, 10 por região operacional). Segundo Marcos, se foram incluídas as demandas de 2012, último ano da gestão de Luciano Agra, que o prefeito prometeu executar durante a campanha, o que acrescentaria mais 140 ao montante, o índice cai para menos de 1/4.

O vereador lembrou ainda que desde 2015 não houve novas demandas.