Policial

Atualizado em 07/02/2018 14:30

Polícia Federal apreende cigarros contrabandeados na Feira Central

legenda da imagem

A prisão de um homem pela Polícia Militar, na segunda-feira (05), próximo ao Distrito de Santa Terezinha, em Campina Grande, desencadeou uma operação da Polícia Federal que resultou na apreensão de grande quantidade e cigarros contrabandeados.

No veículo conduzido pelo suspeito foram encontradas 20 caixas de cigarros da marca US, com mil maços de cigarros, cuja importação e comercialização são proibidas no Brasil, além da quantia de R$ 11.750 em dinheiro, caracterizando o crime de contrabando, com pena de 2 a 5 anos de reclusão.

Durante a lavratura do auto de prisão em flagrante realizado na Delegacia de Polícia Federal de Campina Grande, foi verificado que o suspeito já havia sido preso em outubro de 2016, pelo mesmo crime, mas foi posto em liberdade provisória após pagamento de fiança no valor de R$ 13.500. Atualmente responde o processo na Justiça Federal em Campina Grande.

Dando sequência as diligências, policiais federais identificaram possíveis endereços onde o preso depositaria a mercadoria contrabandeada, razão pela qual foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão nos municípios de Itabaiana, Sapé e Campina Grande.

Em um depósito existente na feira central de Campina Grande, os policiais federais localizaram outra grande quantidade de cigarros (vinte caixas grandes) e a quantia de R$ 16.500,00 em dinheiro.

Agora, além do processo penal pelo crime de contrabando, o preso responderá, também, a processo administrativo na Receita Federal por crimes tributários. A Polícia Federal destaca que a prisão é importante no combate a crimes tributários e proteção da saúde pública, levando em consideração que os cigarros são de origem desconhecida, não havendo qualquer informação sobre o conteúdo deles.