Policial

Atualizado em 09/04/2018 08:20

Operação Cartola: PC e MPPB investigam crimes cometidos pela FPF

Ao todo foram cumpridos 39 mandados de busca e apreensão, nas cidades de João Pessoa, Bayeux, Cabedelo, Campina Grande e Cajazeiras

legenda da imagem

A Delegacia de Defraudac?o?es e Falsificac?o?es de Joa?o Pessoa (DDF-JP) e o Grupo de Atuac?a?o Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) deflagram, na madrugada desta segunda-feira (9), a Operação Cartola.O objetivo é apurar os crimes cometidos por uma organização composta por membros da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Comissão Estadual de Arbitragem da Paraíba (CEAF), Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJD-PB) e dirigentes de clubes de futebol profissional do Estado da Paraíba.

De acordo com a DDF, as investigações se estenderam por mais de seis meses. Nesse período,foi possível identificar a existência de dois núcleos principais, com aproximadamente 80 membros identificados, sendo o primeiro ? liderança ? formado por membros da FPF, CEAF e Dirigentes de clubes de futebol profissional.

Ao todo foram cumpridos 39 mandados de busca e apreensão, nas cidades de João Pessoa, Bayeux, Cabedelo, Campina Grande e Cajazeiras. O cumprimento dos mandados contou com a atuação de 230 policiais civis de diversas cidades da Paraíba.

Os envolvidos estão sendo investigados pelos crimes de organização criminosa, falsidade ideológica, manipulação de resultados (crimes do Estatuto do Torcedor) e por outras condutas sob apuração.