Federal

Atualizado em 21/05/2018 12:30

Efraim Filho firma compromisso para melhorias na política de saúde pública

legenda da imagem

Com o objetivo de propor um projeto de lei para uma política de saúde, educação e esporte integrada, representantes de frentes parlamentares participaram de reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) nesta quinta-feira (17).

De acordo com o deputado Efraim Filho (DEM/PB), presidente da Frente Parlamentar Mista do Comércio as políticas públicas devem estimular a saúde, a segurança alimentar e nutricional da população. Vamos somar forças e trabalhar em conjunto para melhorar as ações sociais e de conscientização para a sociedade, destacou o parlamentar.

Na ocasião Rodrigo Maia, reiterou que o Congresso Nacional está atento às políticas públicas e propostas legislativas voltadas a uma Política de Estado integrada entre saúde, educação e esporte. Ações mais objetivas começam nas nossas escolas, na primeira infância. A população ainda não tem conhecimento para pensar a saúde de uma forma mais ampla e integrada. As políticas precisam garantir isso, ressaltou o presidente.

Para o coordenador da Frente Parlamentar Mista do Combate e Prevenção da Obesidade Infanto-juvenil, deputado Evandro Roman (PSD-PR), as propostas e práticas de combate à obesidade devem ser pautadas também pela promoção de hábitos e estilos de vida saudáveis, e não focadas somente na alimentação. Mais do que uma dieta equilibrada, é preciso mudar o estilo de vida dos brasileiros. As ações devem estar calçadas em um tripé: boas escolhas alimentares pelos consumidores; conscientização sobre a prática de atividades físicas e orientações para um sono adequado, disse Roman.

Efraim Filho e representantes de entidades dos setores de produção e comercialização de alimentos firmaram compromisso para apoiar a proposta legislativa. As ações devem ser objetivas e direcionadas. Quando uma escola pública começa a pensar a saúde do educando, formando novos hábitos a probabilidade da criança crescer saudável é muito maior. Declarou Efraim Filho. Na avaliação dele essa integração dialoga com o princípio dignidade da pessoa humana.