Estadual

Atualizado em 17/08/2018 07:59

Saiba quem são os 11 deputados milionários de olho na reeleição da ALPB

legenda da imagem

A disputa pelas 36 cadeiras de deputado estadual na Paraíba terá a participação de 19 milionários, segundo as declarações de bens entregues à Justiça Eleitoral, dentre os 406 pedidos de registro de candidaturas ao cargo. Onze dos candidatos com bens declarados de valor superior a R$ 1 milhão são deputados que vão tentar a reeleição.

Sem mandato, o empresário Artur Bolinha é o candidato com o maior patrimônio declarado dentre os mais de 400 concorrentes a assento na Casa de Epitácio Pessoa. Ele declarou possuir mais de R$ 6 milhões.

Os deputados com o maior patrimônio declarado são o petebista Doda de Tião (R$ 4.552.541,73) e o neotucano João Henrique (R$ 3.131.075,39). Em seguida vêm Caio Roberto (PR) com R$ 2,5 milhões; Renato Gadelha (PSC) e Lindolfo Pires (Podemos), ambos na casa dos R$ 2,2 milhões; e Branco Mendes, com R$ 2,1 milhões.

O campeão de votos em 2014, Manoel Ludgério, registrou patrimônio de R$ 1.350.338,99. Em sequência vêm os socialistas Ricardo Barbosa e Antônio Mineral, ambos na faixa de R$ 1,29 milhões.

O emedebista Raniery Paulino declarou R$ 1.253.505,14 de patrimônio. Fechando a lista dos deputados milionários e candidatos à reeleição vem o socialista Jeová Campos, com bens de R$ 1.170.455,63.

Trinta deputados vão tentar continuar na Casa em 2019. Dois não disputam e quatro vão tentar vaga no Congresso.

Outro nome é o deputado federal Wilson Filho (PTB), que este ano vai tentar vaga na Assembleia Legislativa. Ele declarou ter R$ 5.208.627,22 de patrimônio pessoal.

Outros nomes

Entre os candidatos milionários que não detêm mandatos estão Doutor Américo Cabral (R$ 2,4 milhões), Aderaldo Gonçalves (R$ 1,08 milhão), Doutor Galileu (R$ 1,27 milhão) e Doutor José Célio (R$ 1,49 milhão).

Completam a lista, conforme levantamento junto à Justiça Eleitoral, o suplente de deputado Carlos Batinga (PTB), com R$ 1,6 milhão e a ex-secretária Cida Ramos, com R$ 1,04 milhão.

Jornal Correio da Paraíba