Policial

Atualizado em 11/09/2018 09:01

Tá confirmado: Ação no PB 1 foi pra libertar ex-assessor de Romero

legenda da imagem

Foi uma ação orquestrada com o objetivo de tirar da cadeia o criminoso Romário Gomes da Silveira, o popular Romarinho, preso duas vezes pela Polícia por comandar explosões a carros fortes e a bancos na região de Campina Grande. A polícia chegou a essa conclusão após analisar as imagens da invasão. Os bandidos arrombaram o portão do presídio, marcharam direto para a cela onde Romarinho estava, lá chegando quebraram o cadeado do portão usando uma tesoura grande e, assim que Romarinho saiu da cela, recebeu um fuzil AK 47 e passou a comandar o ataque.

A tesoura, jogada ao lado depois da abertura da cela, foi usada por outro preso para abrir outras celas e assim dar fuga aos demais presidiários.

Romarinho, só para refrescar a memória do leitor, é aquele mesmo que até ser preso como assaltante ocupava uma assessoria no Gabinete do prefeito Romero Rodrigues e viajava a Brasília acompanhando o então secretário Tovar Correia Lima para resolver assuntos do interesse da Prefeitura. Até diárias recebia.

O comandante da Polícia, coronel Euler Chaves, informou que já foram capturados 41 dos 105 detentos fugidos do PB 1. Essa estatística vem aumentando desde as primeiras horas da manhã. Primeiro informaram a recaptur de 19, depois passou a ser 30 o número de recapturados. No início da tarde o número subiu para 41 e nas próximas horas o restante será preso, com Romarinho e tudo.


Informações Blog Tião Lucena