Estadual

Atualizado em 12/09/2018 09:09

RC diz que candidatura de Lucélio é surreal e rechaça comparação com Cartaxo na PMJP; veja

legenda da imagem

O governador Ricardo Coutinho (PSB) ironizou, em live realizada nessa terça-feira (ver vídeo acima), a candidatura de Lucélio Cartaxo (PV) ao Governo do Estado, dizendo que é surreal que alguém seja candidato apenas por ser irmão-gêmeo de alguém. O gestor criticou ainda guia eleitoral de Lucélio, que comparava a gestão de Ricardo e Luciano Cartaxo na Prefeitura de João Pessoa.

Tem candidato aí que se acha com condições de ser candidato porque é irmão de alguém. É algo, sinceramente, com todo respeito que eu tenho, surreal. Tem candidato que se acha no direito de fazer comparativos com sobrenome. Fazem porque tinha um Coutinho na prefeitura e depois veio o Cartaxo então que no estado também seja assim. Só que não tem como comparar, modéstia parte, o grupo que ele chamou de Coutinho, mas é um projeto, fez na prefeitura e o que eles fizeram. Pararam a Prefeitura de João Pessoa, disparou Ricardo.

O gestor paraibano ainda destacou o montante de verbas que hoje o prefeito da Capital têm para gerir e mostrou que, com bem menos recursos, fez mais pela infraestrutura de João Pessoa.

Quem me dera ter o orçamento de 2 bilhões e 800 milhões de reais por ano para governar uma cidade de 200 quilômetros quadrados. Eu quando fui prefeito de João Pessoa era 600 milhões. Aí calcei 577 ruas. Os caras com o orçamento inteiro como este, em um mandato inteiro, calçam 39 ruas. Que negócio é este? Uma prefeitura que tem mais prestador de serviço que o Estado, como é que pode? Ou seja, eles estão sustentando a política deles no Estado todo com as prefeituras de João Pessoa e Campina. Como estava sustentando a de Patos também. É a forma deles de fazer política. Pega cabo eleitoral de tudo quanto é canto, bota nas prefeituras que tem e o povo que pague a manutenção desses cabos eleitorais, disse o governador Ricardo Coutinho.