Estadual

Atualizado em 20/09/2018 17:33

SENADO: aferição do Google Trends nos últimos 30 dias aponta crescimento no número de buscas por nomes de Vené, Couto é Cássio

legenda da imagem

Apesar de a disputa pelo Senado Federal na Paraíba contar com sete postulantes, concorrendo a duas vagas, apenas três nomes estão despontando no número de cliques nas buscas realizadas pelo Google, são eles: Veneziano Vital (PSB), Luiz Couto (PT) e Cássio Cunha Lima (PSDB). É o que aponta a ferramenta Google Trends, que afere o nível de popularidade na pesquisa segmentada sobre o tema.

O Google disponibiliza o espaço para avaliar o desempenho de até cinco postulantes por pesquisa. O portal PB Agora fez o levantamento entre os dias 15 de agosto e 19 de setembro de 2018 e conferiu o gráfico que apontou a média e os picos de buscas pelos cinco candidatos no período para estes três nomes.

MÉDIA

Conforme o gráfico, a média de buscas que atestam a aferição de popularidade, no período pesquisado, apontou o nome de Veneziano (PSB) com o maior número de buscas, com 43% da procura.

Em segundo lugar, no mesmo período, o nome de Luiz Couto (PT) foi o mais buscado na internet, com 30%, seguido do senador Cássio Cunha Lima, que atingiu 29% das buscas.

O nome da candidata do Progressistas, Daniella Ribeiro, teve uma taxa de 17% na aferição de popularidade de agosto a setembro.

Roberto Paulino (MDB) obteve 9% do número das buscas, conforme o Google Trends



PICOS

No dia 25 de agosto, foi Veneziano quem recebeu o maior número de buscas, posteriormente no dia 30 do mesmo mês e, mais recentemente no dia 12 de setembro.

Luiz Couto do PT recebeu uma maior busca no dia 07 de setembro e depois no dia 15 de setembro.

Já o senador e candidato à reeleição Cássio Cunha Lima se destacou em buscas no universo on line no dia 15 de agosto, 2 de setembro e mais recentemente no dia 16 de setembro. Os dados são da própria ferramente e analisam dia a dia aferição de popularidade de qualquer candidato, pessoa, partido, ou afins.

Além de Cássio, Veneziano e Luiz Couto, a disputa conta ainda com Daniella Ribeiro (PP), Roberto Paulino (MDB), Nelson Júnior (PSOL) e Nivaldo Mangueira (PSOL)

DADOS AJUDAM ESTRATÉGIAS

Para a maioria dos marqueteiros, as redes sociais são o grande diferencial da campanha eleitoral deste ano. Embora, na prática, ninguém saiba ao certo o peso que o mundo virtual terá nas urnas, nenhum candidato quer ficar para trás na internet.

É no mundo on-line a melhor forma de os políticos alcançarem seu público e interagirem com os eleitores.

Quando a curiosidade do eleitor é aguçada por uma matéria, propaganda ou evento, é natural que ocorra um aumento no volume de buscas no Google por um candidato.

Quanto maior a visibilidade, maior o potencial eleitoral. E maior o volume de buscas online sobre o político.

Segundo especialistas, 97% das buscas brasileiras são feitas através do Google. O gigante digital disponibiliza uma ferramenta para identificar temas populares na rede, o Google Trends.

Uma das excelentes funcionalidades é justamente essa comparação de volume de buscas por um político. Assim é possível comparar o desempenho do candidato com os seus adversários.

AFERIÇÃO DE POPULARIDADE X PESQUISA ELEITORAL

É importante deixar claro que esse levantamento não se trata de uma pesquisa eleitoral ou uma enquete.

Segundo explica a própria ferramenta, ?Google Trends?, os números representam o interesse de pesquisa relativo ao ponto mais alto no gráfico de uma determinada região em um dado período. Um valor de 100 representa o pico de popularidade de um termo. Um valor de 50 significa que o termo teve metade da popularidade. Uma pontuação de 0 significa que não havia dados suficientes sobre o termo.

O GRÁFICO EM TEMPO REAL  - CLIQUE AQUI

GRÁFICO 1 - De 15/08 a 19/09



GRÁFICO 2 - De 15/08 a 19/09