Estadual

Atualizado em 08/11/2018 08:28

RC questiona PEC que põe fim a reeleição na ALPB: Deveria ser discutido com quem conduz o projeto

legenda da imagem

Em entrevista à imprensa, nesta quarta-feira (07), o governador Ricardo Coutinho (PSB) foi indagado sobre a articulação da Assembleia Legislativa da Paraíba, que aprovou uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) impedindo a reeleição na Casa e a antecipação da eleição da Mesa Diretora e acabou abrindo o jogo sobre seu descontentamento com o processo.

Segundo ele, a matéria não foi discutida com àqueles que conduzem o projeto e são governo e lembrou que o bloco não tem dono.

A reeleição quando não é possível é só mudar a chapa. Isso teria de ser discutido com toda bancada, deveria ser votado de forma regimental, que não foi, porque foi votados com se fosse um requerimento. Emenda constitucional é algo perene. Penso eu que deveria ser discutido, politicamente, com quem conduz o projeto que tem maioria na Assembleia, na sociedade e é governo. O nosso bloco, que não tem dono, tomará os encaminhamentos necessários, disse.

As declarações do governador foram concedidas em Cabedelo, após a inauguração de uma Escola Cidadão na cidade.

Anulação da PEC

Recurso apresentado por um grupo de parlamentares nesta quarta pede a anulação de Proposta de Emenda Constitucional que coloca fim a eleição casada e reeleição para Mesa Diretora da Assembleia Legislativa com o argumento de ilegalidade em sua votação

A contestação, assinada por  Hervázio Bezerra (PSB), Estela Bezerra (PSB) e Jeová Campos (PSB), provocou troca de acusações entre deputados favoráveis e contrários à PEC.

O deputado estadual Ricardo Barbosa, é do mesmo partido, o PSB. Foi ele o autor da PEC, que já é conhecida como a PEC da discórdia