Municipal

Atualizado em 12/02/2019 08:16

Justiça indisponibiliza todos os bens de candidata à Prefeitura de Cabedelo

legenda da imagem

A Justiça de Cabedelo tornou indisponíveis todos os bens de Eneide Régis, ex-secretária, ex-primeira-dama e candidata à prefeita de Cabedelo no próximo pleito de março, pelo PSD. A decisão foi prolatada pela juíza Giovanna Lisboa, da 3ª Vara Mista da comarca cabedelense.

O bloqueio dos bens de Eneide se dá pela execução da Ação Civil Pública movida pela Prefeitura de Cabedelo, na qual seu marido, o ex-prefeito Zé Régis, é réu e que chega à soma de R$ 10 milhões.

Segundo a magistrada, Zé Régis estaria alienando os mesmos bens que deu como garantia de pagamento à ação movida pela edilidade municipal e, por isso, decretou a imediata indisponibilidade de todos os bens da família.

Além da ação de R$ 10 milhões movida pela prefeitura, Zé Régis ainda responde a outros sete processos que, juntos, somam mais de R$ 7 milhões, segundo acórdãos já publicados pelo Tribunal de Justiça.