Mulher rica tem mais dificuldade de denunciar violência doméstica

A violência contra a mulher atinge todas as classes sociais, entretanto, são as mais ricas que têm mais dificuldades para denunciar o caso à polícia. Foi o que afirmou, na tarde desta quarta-feira (29), a delegada da Mulher, Josenice Andrade, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM.

“Atendemos de moradora de rua à mulher que chega em BMW. Entretanto para as de classe média é mais difícil. Elas têm mais vergonha, a gente nota isso. Que nunca pensou em estar em uma delegacia e pedem para disfarçar a chegada delas. Se eu puder disfarçar, eu disfarço”, destacou a policial civil.

Josenice Andrade comentou sobre a lei que trata crimes praticados contra mulheres por companheiros e ex-companheiros como ‘feminicídio’ e considerou que a legislação ajudará a coibir esse tipo de violência.

“Quando a imprensa iria divulgar uma morte praticada pelo companheiro ou por um namorado dizia mais um homicídio e isso caía na vala comum. Hoje assusta porque se divulga mais um feminicídio. O nome feminicídio é para dar mais visibilidade e gravar o tamanho do problema. A gente só consegue perceber o problema quando a gente consegue quantificar e estudar ele”, argumentou.

Roberto Targino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *