Ex-deputado denuncia policiais em Patos após ‘episódio da peixeira’

O ex-deputado estadual Biu Fernandes (78 anos) prestou queixa contra uma ação policial realizada, segundo ele, de forma truculenta, por policiais militares, no final da manhã de ontem, terça-feira (11), na cidade de Patos.

Ele negou que tivesse sido preso por estar portando uma faca peixeira na cintura e explicou que foi até a delegacia, por vontade própria, justamente para denunciar o que classificou de abuso de autoridade.

Tudo aconteceu quando uma viatura da Polícia Militar passou pelo local e os policiais o avistaram portando a arma branca. Eles pediram que o ex-parlamentar  entregasse faca, mas Biu se recusou, alegando que aquele era um instrumento de trabalho.

O ex-parlamentar foi, então, desarmado. Muitos veículos de comunicação da região disseram que ele foi preso. Biu nega. “Eu quase fui (preso), mas não fui”, explicou.

Segundo ele, a confusão foi registrada num mercadinho e só não acabou lá mesmo porque ele fez questão de ir à delegacia prestar queixa por abuso de autoridade, acrescentando que os policiais feriram seus braços ao tentar algemá-lo.

“Não fui levado nem algemado. Eu fui à delegacia prestar queixa e fiz exame de corpo de delito. Disseram que foi porque eu não me identifiquei. Eu ando com a roupa rasgada e a polícia pensou que eu era ralé e que podia me pegar. Ela não pode pegar ninguém e nem para me defender eu preciso dizer que fui deputado ou dono do Itatiunga. Não preciso dizer nada porque estou dentro da razão”, disse Biu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *