InícioPolítica “ Este é o momento que precisamos dar as mãos. ” Disse Raniery Paulino, em sessão virtual inédita na ALPB

Em sessão histórica de forma remota, a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou nesta segunda-feira (23), o decreto de Calamidade Pública contra o coronavírus (Covid-19), publicado no último sábado (21) pelo Governo do Estado.

Sendo relator da propositura, o deputado estadual Raniery Paulino ressaltou a responsabilidade da ALPB que cumpriu o seu papel votando por unanimidade, o decreto do Executivo, que leva em consideração a imposição do aumento de gastos públicos e o estabelecimento das medidas de enfrentamento da emergência de saúde pública.

” Votamos favorável ao decreto de Calamidade Pública contra o coronavírus. A bancada de oposição da Assembleia tem consciência plena do momento delicado. Por isso, precisamos unir forças para o bem da Paraíba. Não existe situação e nem oposição. Estamos todos unidos pelo mesmo propósito, mas vale ressaltar que iremos fiscalizar os gastos públicos”, afirmou Raniery.

Na oportunidade, o parlamentar registrou que neste momento existe mais convergências do que divergências, e que este é o momento que é preciso dar as mãos.

” O momento requer muito censo de responsabilidade, equilíbrio e serenidade de todos. Neste momento delicado existe sentimentos com mais convergências do que divergências, e esse é um período que existe uma sensação de solidariedade que se faz necessário darmos as mãos e plantar qualquer divergência política e ideológica. Fiz questão de ligar para o Governador da Paraíba e para o prefeito de Guarabira para colocar o nosso mandato a disposição para encontrarmos uma solução contra a Pandemia. ” Frisou, Raniery.

A ALPB faz história e realiza a 1ª sessão de forma remota de sua história, atendendo a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, a ALPB suspendeu as atividades até o próximo dia 2 de abril, com a ressalva de que poderia ser convocada uma sessão extraordinária a qualquer momento para deliberar sobre projetos de interesse público.

Acesso Politico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *